Mente crônica

"Mais uma vítima da violência!"

24 de janeiro de 2016

 

Sem teto, contudo...

 

por Rivo Simões

 

“Mais uma vítima da violência!” – foi o que pensei quando avistei, de longe, pessoas concentradas num mesmo ponto, em torno de algo que estava no chão. Foi durante o trajeto para a academia, na Avenida Visconde de Pirajá, em Ipanema, na frente de um Banco Federal. Ainda meio distante, percebi que era um morador de rua. Ele dormia um sono profundo.

 

Aproximando-me um pouco mais, eu me perguntava o que havia de diferente e de especial fazendo com que todas aquelas pessoas estivessem à sua volta. A essa hora, já via pessoas com seus smartphones tirando fotos.

 

Receoso, continuei a me aproximar até verificar que o sem teto estava abraçado por um cachorro da raça Labrador, de pelos dourados, que também dormia um sono profundo.

 

Era sim mais uma vítima da violência! Vítima da violência das pessoas que, com seus smartphones, não tiravam apenas fotos. Tiravam a privacidade, a intimidade e a dignidade de quem já tinha tão pouco, contudo, muito mais do que todas elas.