Mente poética

"Amar de novo

E acordar

Abrindo a janela dos olhos

Voltados para o sol nascente."

Foto: Bruno Alencastro

28 de julho de 2015

 

Amar de novo

 

Amar de novo

E acordar

Abrindo a janela dos olhos

Voltados para o sol nascente.

Ah, como é boa

A cobiça do amanhã,

Da manhã,

De viver o mistério do quem-sabe-um-dia,

Sem querer saber,

Apenas para ter

Eternamente o

Amar de novo,

E o acordar

Abrindo a janela dos olhos

Voltados para o sol nascente...

 

Rio de Janeiro, 10 de setembro de 2013.

 

Rivo Simões

 

Reflexão da informação, o sopro do tempo, poesia, poema, compostamente
compostamente,poesia,cavaleiro medieval, cavaleiro, mente poética,produção de textos
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • Instagram Social Icon

@compostamente

\compostamente